quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Cachinhos Dourados (moderna)


Em um dos finais de semana desse mês que está acabando, minha amiga Ditte foi lá em casa, levando com ela uma priminha dela, de seus cinco anos! E eu sou muito babona de criança! *---*
Enfim resolvi contar uma historinha para a garotinha!
E vou confessar que eu adoraria ter criatividade para histórias infantis!
De qualquer modo resolvi narrar um clássico.
Clássicos não falham né? Ou falham?

“Vou te contar a história da Cachinhos Dourados!”

“E por que esse nome? Quero dizer apelido, né? porque ninguém chama assim, o nome dela deve ser Ana, Mariana, Juliana... Qual o nome dela, tia?”

“Tá, não sei o nome! Só o apelido!”

“Não sabe o nome? Acho que você tá inventando essa história!”

“Não estou! O nome não é importante certo? Só o apelido ‘Cachinhos Dourados’. É Cachinhos Dourados porque ela é loirinha e tem o cabelo cheio de cachinhos!!!”

“Mas o cabelo dela é cacheado mesmo? Não é permanente ou aplique? E é loira natural?”

"É loira natural sim e os cachinhos também naturais!


“Ah! Não será pintado? Eu bem queria pintar o meu!”


Como assim? Pintar o cabelo com cinco anos?

“Bem, pois o dela era loiro, eu também tinha cabelo loirinho quando era pequena... não tinha cachinhos! Sempre tive cabelo muito liso! Tem vez que a tia passa o um dia inteiro tentando fazer cachos no cabelo! Aí acho lindo! Fico toda boba com os cachos! Mas a tia mal sai de casa e cadê que os cachos ficam? Mal passou uma hora voltei a ter cabelo liso xD... ih! Tá! (divaguei legal) Deixa-me contar a história!
É assim:
Tinha uma família de Ursos! O Papai Urso, a Mamãe Ursa e o Filhinho Urso!”

“Ah! Essa história não tá com cara de real!”

“Por que?”


“O Filhinho Urso morava com os dois pais? Ah! Ninguém mora com os dois pais! O Papai Urso deveria ir ver só nos finais de semana! Sabe, lá na escola na minha sala só uma menina mora com os dois pais! A Má! Ela é muito estranha!”

“Má? Ela é má?”

“Não, tia! Derr! O nome dela é Manuela, mas é muito grande aí o apelido!!!”

“Pois bem, mas os Pais Ursos não eram separados! Tem muitos pais separados, mas tem casais que ficam juntos até bem velhinhos! A tia, por exemplo! Meus pais ainda são casados!”


Percebi que ela começou a me achar tão estranha quanto a Má, a Manuela.

“Bem, A Cachinhos Dourados fugiu de casa, saindo sem avisar, para passear na Floresta! Ela andou e andou pela Floresta até que encontrou a casa dos Ursos, que haviam feito mingau. Mas como o mingau estava muito quente eles saíram para dar uma volta enquanto esfriava. E quando a Cachinhos chegou eles não estavam em casa.
Então a Cachinhos Dourados percebeu que a porta estava apenas encostada! E entrou na casa encontrando os pratos de mingau dos três ursos.
O mingau que estava na parte da mesa mais próxima ao fogão estava ainda bem quente, o que estava próximo à janela, que estava aberta, estava frio e o outro que estava do outro lado da mesa estava morninho!”

“Tia Aline! Você tá inventando! Isso não pode ser verdade! Quem vai sair de casa deixando porta e janela aberta? Com segurança, câmera, e todo tipo coisa já roubam tantas casas! Com tanto ladrão por aí NINGUÉM iria deixar a casa aberta assim!”


“Eles moravam no meio da floresta e só tinha a casa deles!”

“Nusss! Então não tinha luz! Quer dizer, não tinha TV, nem Xbox nem computador!!! Nem Smart phone deve funcionar lá!!! =O”

“É! Não tinha nada disso! E os ursos a mantiveram lá presa e ela teve que crescer sem TV, vídeo-game, Smart phones ou Internet!”


Tá! Acho que exagerei, por que nessa hora ela se apavorou completamente! Minha história havia se tornado mais assustadora do que filme de terror! (Até por que ela não tinha medo de filme de terror, me disse que assistiu ao ‘O Chamado’ com a mãe dela)

“Nussss, Tia Aline! D= Nunca vou fugir de casa, sair sem avisar ou entrar na casa de gente estranha!!!!”

Er... Acho que no fim a moral da história se manteve! Os Clássicos não falham!



...beijinhos***




8 comentários:

  1. Rachei com a historinha. Né possível!!! rsrs
    Imaginei vcs duas conversando a história td. Q menina danadinha de esperta essa. Adorei a parte: “Não, tia! Derr!" KKKKKKK
    Mt bom!
    Vou divulgar esse texto p/ vc. As pessoas tem q ler. rs
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito feliz por você ter se divertido com a historinha! ^^
      Muito esperta!! ^^
      Né? Elas agora falam "derrr" pra gente sem cerimônia!
      Muito muito obrigada! Por tudo!!! ^^

      ...beijinhos***

      Excluir
  2. Aline e suas histórias em? Haha
    Gostei

    ResponderExcluir
  3. Amey conhecer o seu cantinhoo.. passa la no meu? se gostar e quiser me seguir eu sigo de volta.. Bjiinhos linda
    http://bonekkinhaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!
      Já sigo o seu faz um tempinho

      ...beijinhos***

      Excluir
  4. kkkkkkkkkkk ri oh..
    A menina é muito esperta...
    e a moral do clássico acabou acotecendo de qualquer forma. rsrs
    Te indiquei em um meme e selinho la no blog.
    http://anamenires.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espertíssima ela! ^^
      Muito feliz em te rever aqui e que tenha se divertido!
      Muito obrigada pelo coment, pelo meme e o selinho!

      ...beijinhos***

      Excluir